ATAQUE FRACASSA E "GLORINHA" DECEPCIONA

Torcida comparece, Jacaré joga bem, mas ataque falha de novo
I
PAULISTA A2/2009 - Sob um sol escaldante, mais de 2.500 pessoas estiveram no Riopretão e presenciaram o RIO PRETO EC dominar o dérbi mas perder para o arquirrival (0X1); em lance isolado, Catatau (3'/2T) fez o único gol da partida.
I
Esta foi a 3ª derrota consecutiva da equipe comandada por Vilson Tadei, que conquistou apenas 1 dos últimos 12 pontos disputados.
I
Com 14 pontos ganhos, o "Glorinha" está no meio da tabela, a 8 pontos do líder, a 2 pontos do G8 e a 6 pontos da zona de rebaixamento. Ou seja, tudo pode acontecer.
I
Para desespero da galera do Jacaré, o ataque esmeraldino fracassou mais uma vez. Jefferson Luís - em péssima exibição -, Izaías, Alan, Samir e Elton simplesmente não deram conta do recado.
I
Aliás, o jogo de domingo mostrou que o Diabo não mete medo em ninguém. Uma boa chance no 1T, com Bruno Prandi operando mais um de seus milagres, e a bola chutada pelo tal Catatau que desviou na zaga e encobriu Prandi. E só. No mais, só deu Glorioso.
I
Bola na trave, atacante esmeraldino fazendo as vezes de zagueiro rubro, pênalti não marcado pelo árbitro, cai-cai generalizado por parte dos vermelhos, etc. Tudo denunciava que o gol estava a caminho, mas...
I
O ataque do "Glorinha" é de chorar. Até a 10ª rodada, a boa equipe de Tadei marcou 7 míseros gols. Assim não dá. A paciência da galera do Jacaré tem limite.
I
Na saída de campo, apenas o goleiro Bruno Prandi, o excelente zagueiro Jeferson e o volante Gilberto foram poupado das críticas dos torcedores junto ao alambrado (que não veio abaixo, diga-se). Todos os outros ouviram poucas e boas da galera. Nem o técnico escapou.
I
Em tom nada cordial, os esmeraldinos reclamaram da falta de brio da equipe e do desempenho pífio do ataque. Atletas e comissão técnica deixaram o gramado conscientes da insatisfação da galera do Jacaré. E isso é bom; ao menos deveria ser.
I
De todo modo, a equipe não deve sentir a pressão da torcida esmeraldina pelas próximas 2 rodadas. Na quarta (11/3), o RIO PRETO EC encara o ameaçado - e perigoso - Grêmio em Catanduva (20h) e, no sábado (14/3), o Atlético em Sorocaba (16h).
I
Vamos ver...
I
FORÇA "GLORINHA"!
I
FICHA TÉCNICA
RIO PRETO EC 0X1 América
Campeonato Paulista da Série A2 (1ª fase)
DATA - 8/3/2009
LOCAL - Estádio "Anísio Haddad" (Riopretão)
ÁRBITRO - Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
PÚBLICO - 2.331 pagantes e 193 não pagantes.
RENDA - R$ 18.992,00
CARTÕES AMARELOS - Wanderson Cafú e Isaías; Tutti, Paulo Henrique, Rafael Silva, Fabrício e Pereira.
GOL - Catatau (3'/2T)
I
RIO PRETO EC
Bruno Prandi; Wanderson Cafu (Alê), Samuel, Jeferson e Julian (Samir); Gilberto Baiano, Gilberto, Bady e Jefferson Luís; Izaías e Alan (Elton).
Técnico: Vilson Tadei
I
América
Tuti; Vander, Rafael Silva, Paulo Henrique e Rafinha; Fabrício (Thiago Floriano), Bele, Birinha (Pereira) e Rodolfo; Éder e Canela (Catatau).
Técnico: Carlos Rossi
I
Foto: "Catatau comemora o gol no derby, seu 1º com a camisa do América" (Thomaz Vita Neto/Diarioweb).
Fonte: Diarioweb e Futebol Interior.

5 comentários:

Rogério Cannizza disse...

Saudações esmeraldinas!!! Queria deixar minha manifestação de repúdio à rádio metrópole pela transmissão do derby. Era um tal de mecão pra lá, mecão pra cá, vai mecão... que parecia que só tem um time na cidade. O pior foi no lance do penalty, onde o repórter Djalma Cola, estava colado na trave e teve a cara de pau de falar que não foi nada. Eu estava atrás do gol e ouvi o baruco do bicudo na canela do atacante do glorinha. Gostaria de convocar toda a galera esmeraldina a não ouvir mia e muito menos anunciar na rádio americana Metrópole.
Acorda glorinha que ainda dá.
Abraços a todos, Rogério Cannizza

carlos Adao disse...

Concordo plenamente com o Rogerio. E uma vergonha essa cronica esportiva de Rio Preto. Clayton, sera que nao da para enviar para esses caras da Metropole e da imprenssa esportiva de Rio Preto, uma mensagem de repudio e mostrar todas essas visitas que os torcedores do Rio Preto fazem no seu blog, para eles deixar essa mania de lado e ver que o Rio Preto e grande demais e tem uma grande torcida. Eu nao ouço nenhuma radio de Rio Preto e olha que eu fui criado dentro de uma emissora de radio de Rio Preto (trabalhei dos ll aos l5 anos na Radio e morei no transmissor dessa radio dos 08 aos 24 anos, quando ela foi fechada pela Dentel na epoca). Bem qto ao jogo sai de la completamente abatido, desiludido, por que esses juizes erram tanto contra o Jacare, e como esse time perde de gool. Mas se Deus quiser esse time do diabo nao vai subir, por que a partir do jogo contra o Monte Azul eles vao entrar em parafuso. Foi demais pra minha cabeça, perder para o Diabo, um timequinho, so pode ser coisa do diabo mesmo. Um abraço.

Carlos Adao disse...

Alias, peço desculpa, mas eu queria dizer mais uma coisinha qto o comentario do Rogerio: esse reporter tal de Djalma Colla devia ter vergonha na cara, pois ele e o cara que cobre tudo do Rio Preto, nao e verdade?. Essa diretoria tem que ignorar esses caras (Luizinho de Almeida (credo em cruz), Paulo Porto e outros cronistas horrorosos). Torcida do Jacare vamos anular esse pessoal, nos nao precisamos desse povo falso e sem carater, pois o jacare ja vai pra 90 anos e se Deus quizer vai muito longe ainda. Abraços aos esmeraldinos.

clayton romano disse...

Caros Rogério e Carlos,
Não é de hoje que o blog recebe reclamações sobre o favorecimento dado ao Diabo pela mídia rio-pretense. Pessoalmente, há tempos não ouço jogos do "Glorinha" pela Metrópole ou qualquer outra rádio de Rio Preto.
O motivo vocês resumiram bem: para a crônica da cidade só existe um time capaz de representar a grandeza de São José do Rio Preto e sua gente. Como sabemos, para eles esse time não é o nosso Glorioso Rio Preto Esporte Clube.
Pesam aqui as décadas em que o Diabo esteve na 1ª divisão e, consequentemente, as sucessivas gerações que foram formadas com base na crença - absurda - daquele clube ser o representante "natural" da cidade na elite do futebol paulista.
A crônica do Diabo trata o "Glorinha" e os esmeraldinos com desdém, como se nós fossemos fadados ao fracasso. Isso precisa mudar!
Acredito sim, Carlos, que podemos elaborar um manifesto de repúdio ou mesmo promover o boicote da galera do Jacaré às transmissões da Rádio Metrópole, tal como propôs o Rogério. Ou ainda as duas coisas. No entanto, não resolveríamos nosso problema, a saber, garantir o contraponto esmeraldino nas transmissões dos jogos dos 2 times de Rio Preto.
Uma alternativa seria lançar um abaixo-assinado solicitando à Prefeitura que a rádio do Município (Educativa) passasse à transmitir as partidas ocorridas em Rio Preto. E mais: com radialistas e jornalistas novos, recém-formados e/ou estagiários em comunicação social, que não tragam consigo os vícios do demônio.
Enfim, me digam o que fazer que a F"G"! coloca no ar.
Saudações Gloriosas,
Clayton

Anônimo disse...

Saldações esmeraldinas!!!
Caros amigos, todas as alternativas são válidas. Precisamos colocá-las em prática. A princípio eu estou lançando a campanha não anuncie na Metrópole. Se vocês são anunciantes, ou conhencem alguém que torce pro glorinha e anuncia nesta nefasta rádio, retirem e falem para o amigo retirar o anúncio imediatamente. Transmitam a campanha de todo jeito, telefone, pessoalmente, através de e-mail, vamos jogar na rede.
Um grande abraço
Rogério Cannizza
Um grande abraço