CAMPEÃO DO TORNEIO PAULISTA DE SELEÇÃO (1973)

I I
A preciosa contribuição do Flash Bola do último domingo (16) permite resgatar uma passagem gloriosa do RIO PRETO EC. Trata-se do título de Campeão Paulista do Torneio de Seleção, conquistado em 1973, sob o comando técnico de Rubens Minelli.
I
Minelli iniciou como ponta-esquerda no Ypiranga, na década de 1940. Jogou no Nacional, São Paulo e Palmeiras, onde enncerrou a carreira de jogador e começou a técnico, dirigindo as categorias de base do alvi-verde paulistano.
I
Em 1963, veio para o América FC e conquistou o título da Segundona; aliás, Minelli foi "o único [técnico] que conseguiu a proeza de ser campeão com os dois clubes" de Rio Preto (leia a coluna sobre Minelli).
I
Diz Edwellington Villa: "No final de 1972 [Rubens Minelli] veio para o Rio Preto, contratado pelo presidente Anísio Haddad. Montou um verdadeiro esquadrão ao ponto de manter uma invencibilidade de 13 partidas em amistosos preparatórios. O Marília quebrou a série invicta do Glorioso ao vencer por 2 a 0, na quarta-feira (23/5/1973)".
I
Mas veio o troco: cerca de 20 dias depois (12/6), o Glorioso goleou "o MAC por 6 a 0, no Riopretão, com gols de Marquinhos (2), Nei (2), Bita e Dante. Ainda deu tempo de o time massacrar a Francana por 6 a 0 antes de a Federação Paulista de Futebol confirmar a disputa do Torneio de Seleções da Primeira Divisão (seletivo para o Paulistinha, que era a Divisão Especial sem os grandes)", narra Villa.
I
De acordo com o editor do Flash Bola, o tal "Torneio de Seleção" previa 2 grupos com 5 times cada. As equipes "se enfrentavam em dois turnos dentro dos grupos e os três melhores por índice técnico iam para o Paulistinha".
I
"Na Série A", continua Villa, "estavam Saad de São Caetano do Sul, Velo Clube Rioclarense, São José, Nacional e Bragantino".
I
O Glorioso estava na "Série B", ao lado de "Catanduvense, Rio Claro, Francana e Corinthians de Prudente".
I
Confira a campanha do Jacaré:
I
1° Turno
> RIO PRETO EC 1X0 Rio Claro
> Catanduvense 1X1 RIO PRETO EC
> RIO PRETO EC 3XO Corinthians
> Francana 0X0 RIO PRETO EC
I
2° Turno
> Rio Claro 1X2 RIO PRETO EC
> RIO PRETO EC 3X1 Catanduvense
> Corinthians 2X0 RIOPRETO EC
> RIO PRETO EC 2X0 Francana
I
Como se vê, uma campanha impecável (5 vitórias, 2 empates e 1 derrota). Logo, o resultado não poderia ser outro: "título da chave" e "acesso ao Paulistinha".
I
A coluna do último domingo não diz, mas ao que parece o Glorioso teria disputado a decisão do torneio contra o Saad (campeão do outro grupo) e levado o caneco.
I
De todo modo, segue a ficha técnica da partida que garantiu o RIO PRETO EC no tal "Paulistinha", uma espécie de 1ª divisão "sem os grandes"...
I
Força "Glorinha"!
I
I
Ficha Técnica
I
Rio Preto 2X0 Francana
I
Data - 18 de agosto de 1973 (sábado)
Local - Estádio Anísio Haddad (Rio Pretão)
Árbitro - Silvio Luiz Peres Machado de Souza
Público - Não obtido
Renda - Cr$ 21.951,00
Gols - Tula (15'/1T) e Nei (29'/2T).
I
Rio Preto
Gilson Bernardes; Gil, Carlos, Jarbas (Pádua) e Tula; Tino e Nei; Nerinho (Wilson), Pitanga, Dante e Caravetti.
Técnico: Rubens Minelli
I
Francana
Ademar; Nilton, Zezinho (Gari), Clóvis e Elmo; Zimar e Elias; Beto, Adilson, João Luiz e Roberto.
Técnico: Não obtido
I
I

Nenhum comentário: